Acesse o novo site


Página inicial » Novidades » Terceira semana de junho tem superávit de US$ 389 milhões

Terceira semana de junho tem superávit de US$ 389 milhões

Segunda-feira, 18 de junho de 2012

Na terceira semana de junho, com cinco dias úteis, a balança comercial brasileira registrou superávit (saldo positivo das exportações em relação às  importações) de US$ 389 milhões, com média por diária de US$ 77,8 milhões. No período, as exportações foram de US$ 5,049 bilhões (média diária de US$ 1,010 bilhão) e as importações totalizaram US$ 4,660 (média diária de US$ 932 milhões). Assim, na terceira semana de junho, a corrente de comércio (soma de exportações e importações), chegou a US$ 9,709 bilhões (média diária de US$ 1,941 bilhão), valor que representa aumento de 1,5 % em relação à média diária de maio deste ano (US$ 1,976 bilhão) e retração de 1,9% em relação à de junho de 2011 (US$ 2,045 bilhões).


No acumulado do ano, o saldo comercial está superavitário em US$ 6,330 bilhões (média diária de US$ 55 milhões), com exportações de US$ 107,921 bilhões (média diária de US$ 938,4 milhões) e importações de US$ 101,591 bilhões (média de US$  883,4 milhões).

Junho

No mês, que teve, até a terceira semana, dez dias úteis, as exportações alcançaram US$ 10,060 bilhões (média diária de US$ 1,006 bilhão) e as  importações chegaram a US$ 9,996 bilhões (média diária de US$ 999,6 milhões), com saldo positivo de US$ 64 milhões. Comparando a média de exportações das três primeiras semanas de junho (US$ 1,006 bilhão) com a de junho do ano passado (US$ 1,128 bilhão), houve retração de 10,8%, em razão da queda nas vendas internacionais das três categorias de produto: semimanufaturados (-19,7%, pela retração nas exportações  de ouro em forma semimanufaturada, açúcar em bruto, óleo de soja em bruto, semimanufaturados de ferro e aço e ferro-ligas); manufaturados (-17,8%,  em razão de óleos combustíveis, açúcar refinado, veículos de carga, tratores, motores para veículos, automóveis e suco de laranja); e básicos (-3,6%, por conta, principalmente, de petróleo, trigo em grão, café em grão, carne de suína, de frango e bovina, minério de ferro, fumo em folhas e farelo de soja). Em relação a maio de 2012, a média diária das exportações decresceu 4,7%, devido à diminuição nas vendas de produtos básicos (-6,6%,), manufaturados (-1,0%) e semimanufaturados (-7,1%).

Nas importações, a média diária até a terceira semana de junho (US$ 999,6 milhões) ficou 9% acima da média de junho de 2011 (US$ 917,1 milhões) e 8,5% superior a maio de 2012 (US$ 921 milhões). No comparativo com o mesmo período de 2011, aumentaram os gastos, principalmente, com combustíveis e lubrificantes (34,5%), aeronaves e partes (33,7%), siderúrgicos (23,9%), adubos e fertilizantes (22,6%), farmacêuticos (16,4%) e equipamentos mecânicos (9,8%). Em relação a maio deste ano, houve aumento das compras externas, principalmente, de adubos e fertilizantes (91,9%), combustíveis e lubrificantes (29,2%), siderúrgicos (26,3%) e borracha e obras (11%).

Acesse a nota com as informações balança comercial no período

 

Mais informações para a imprensa:
Assessoria de Comunicação Social do MDIC
(61) 2027-7190 e 2027-7198
ascom@mdic.gov.br

Redes Sociais:
www.twitter.com/mdicgovbr
www.facebook.com/mdic.gov
www.youtube.com/user/MdicGovBr


« Voltar | Imprimir