Acesse o novo site


Página inicial » Novidades » Missão comercial fecha negócios de US$ 24 milhões na Colômbia

Missão comercial fecha negócios de US$ 24 milhões na Colômbia

Quarta-feira, 9 de maio de 2012

Representantes de 42 empresas brasileiras participaram de 375 encontros de negócios em Bogotá, na Colômbia. Os empresários fizeram transações comerciais com 154 companhias colombianas, de diversos setores, como máquinas e equipamentos; moda; produtos plásticos e químicos; saúde e tecnologia; casa e construção; eletroeletrônicos; entre outros. O volume de negócios previsto para os próximos 12 meses é de US$ 24 milhões. Ainda hoje, a comitiva brasileira de empresários segue para Lima, no Peru, onde acontecerão outras rodadas de negócios.

Durante a missão comercial em Bogotá, promovida pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC) e a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil), o secretário-executivo adjunto do MDIC, Ricardo Schaefer, coordenou a III Reunião da Comissão de Monitoramento de Comércio com o vice-ministro de Comércio Exterior da Colômbia, Gabriel Duque Mildenberg, para tratar de temas relacionados ao comércio bilateral entre os dois países.

Intercâmbio Comercial

No primeiro quadrimestre deste ano, o Brasil exportou para a Colômbia US$ 857,5 milhões, número 16,4% superior em relação às exportações no mesmo período do ano passado (US$ 736,5 milhões). As compras brasileiras provenientes do mercado colombiano somaram, de janeiro a abril deste ano, US$ 433,7 milhões, valor também superior (9,5%) ao registrado no mesmo intervalo de tempo de 2011 (US$ 396 milhões). Com isso, o intercâmbio comercial está superavitário em US$ 423,9 milhões para o Brasil em 2012.

Os principais produtos brasileiros exportados para a Colômbia no primeiro quadrimestre do ano foram: açúcar refinado (US$ 70,699 milhões, correspondente a 8,2% do total vendido ao país), produtos laminados planos de ferro ou aço (US$ 31,786 milhões, 3,7%), pneumáticos (US$ 31,702 milhões, 3,7%), milho em grãos (US$ 30,260 milhões, 3,5%), e hidrocarbonetos e derivados de halogenados (US$ 29,157 milhões, 3,4%).

Já os principais bens importados pelo Brasil, originários do mercado colombiano, foram: hulhas (US$ 101,627 milhões, que representou 23,4% do total importado do país), policloreto de vinila – pvc (US$ 80,593 milhões, 18,6%), coques e semicoques de hulha (US$ 68,612 milhões, 15,8%), polímeros de etileno (US$ 23,357 milhões, 5,4%), e desperdícios e resíduos de cobre (US$ 16,311 milhões, 3,8%). 

Mais informações para a imprensa:
Assessoria de Comunicação Social do MDIC
(61) 2027-7190 e 2027-7198
André Diniz
andre.diniz@mdic.gov.br
 
Redes Sociais:
www.twitter.com/mdicgovbr
www.facebook.com/mdic.gov
www.youtube.com/user/MdicGovBr


« Voltar | Imprimir